Intenção é que kit, que faz diagnóstico de infecções atuais ou anteriores, esteja aprovado para distribuição na África até junho.

Pesquisadores buscam testes mais baratos para detecção da Covid-19 AFP Pesquisadores do Senegal estão testando um kit para a detecção do Covid-19 que custaria US$ 1 e entregaria o resultado em menos de 10 minutos. A expectativa é de que o teste possa estar disponível para distribuição na África até junho, caso ele seja aprovado.

O plano é que ele seja fabricado no Senegal e no Reino Unido. O protótipo desenvolvido pelo laboratório DiaTropix, ligado ao Instituto Pasteur, e a Mologic, uma empresa de biotecnologia britânica, é semelhante a um teste de gravidez.

Ele pode detectar infecções atuais, através da saliva, ou a infecções prévias, através de anticorpos. “Não há a necessidade de um laboratório muito equipado.

É um teste simples que pode ser feito em qualquer lugar”, afirmou Amadou Sall, diretor do Instituto Pasteur em Dacar.

Segundo ele, até mil testes podem ser analisados por dia e 4 milhões produzidos por ano. Atualmente, a maioria dos testes para diagnóstico do novo coronavírus usa uma técnica chamada PCR que detecta sequências do RNA do vírus – algo caro e que demanda tecnologia de ponta.

Os testes em estudo no Senegal facilitariam a distribuição pela África. No continente, o país mais afetado pela Covid-19 é a África do Sul, com 18 mil casos confirmados e 369 mortes, segundo a Universidade Johns Hopkins.

O Senegal já registrou 2,8 mil casos, com 30 mortes. Initial plugin text